[tabgroup]
[tab title=”Introdução” id=”t1″]
Tratamentos para Herpes Labial Para tratar o problema do herpes labial, vá primeiro ao médico (Foto: Divulgação).

O Herpes Labial, para quem não sabe, é algo que realmente se deva ter muito cuidado, ou seja, por tratar-se de um vírus no qual as pessoas realmente podem ter problemas, é considerado como algo realmente extremo.[/tab]
[tab title=”Sobre o Vírus” id=”t2″]Causado por uma infecção pelo Herpes simplex vírus, o herpes labial, ocorre geralmente na infância, mas muitas vezes a doença não se manifesta nesta época.

De um modo agressivo em muitos dos casos, o vírus de espalha nos lábios rapidamente, causando um desconforto, dores e ao mesmo tempo atravessa a pele, percorrendo um nervo, se instala no organismo de forma latente, até que venha a ser reativado.

Para cada situação como estes problemas de infecção, seja no herpes labial ou não, é indicado que as pessoas procurem o melhor em relação a parte do tratamento, ou seja, não deixem nada para depois.

A nossa saúde é muito importante, então, não queira ter problemas com ela. Se não sabem, a reativação do vírus pode ocorrer devido a diversos fatores desencadeantes, sendo elas como os exemplos abaixo:

  • Exposição à luz solar intensa
  • Fadiga física e mental
  • Estresse emocional
  • Febre
  • Infecções variáveis que diminuam a resistência orgânica

As localizações mais frequentes dos herpes, estão nos lábios e a região genital, mas o herpes pode aparecer em qualquer lugar da pele.[/tab]
[tab title=”Como tratar” id=”t3″]O tratamento, independente da doença ou vírus, deve ser seguido ao pá da letra. No caso do tratamento para o herpes labial, é necessário que as pessoas tomem muito cuidado, para tratar este problema, é necessário que comecem desde os primeiros sintomas, isso mesmo, desde o começo, o tratamento deve ser feito rápido pois assim, o surto deverá ser de menor intensidade e duração;
evite furar as vesículas.

Evite: (Beijar ou falar próximo de outras pessoas, principalmente próximo as crianças, isso se a localização for labial, evite relações sexuais se for de localização genital). Lavar as mãos e procurar ter o melhor higiene é o principal para que não contamine as outras pessoas, pois a virose pode ser transmitida para outros locais de seu próprio corpo, especialmente as mucosas oculares, bucal e genital.

Para finalizar, antes de qualquer tratamento, procure a ajuda de um médico especialista no assunto, pois o tratamento deve ser orientado por ele, isso mesmo, o ideal é o médico dermatologista, este é o especialista em que irá determinar os medicamentos mais indicados para o seu caso que, dependendo da intensidade, podem ser de uso local.[/tab]
[/tabgroup]

publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *